domingo, 15 de fevereiro de 2009

O salto


Ver acima das nuvens foi fácil, difícil foi saltar bem acima delas....
Foi como mergulhar num algodão doce a 200 kilômetros por hora.
Sempre quis saltar de paraquedas na vida e no sábado 14 de fevereiro de 2009, matei minha curiosidade (descobri que depois que se esta dento do avião não se pode desistir), matei meu medo (nem sabia que sou tão corajosa) e minha ansiedade (preciso controlar mais minhas ansiedades).
Foi ótimo!
Foi mágico!
Foi maravilhoso!
Talvez faça isto novamente mas antes, preciso me recuperar...

4 comentários:

Laura disse...

Minina, que tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo!!
Esse era meu sonho, era do verbo "agora sou mae, entao nem pensar"!!
Beijos

Diane Lorde disse...

Laurinha se não sabe da maior! Ainda não sei se não estou grávida, já pensou se saltei gravidíssima?
Vou fazer exames..srs

yaralucas disse...

Minina, mas nem de graça que eu ia. Pode me chacoalhar, virar de ponta cabeça, jogar na água, mas não me faça cair, odeio a sensação de despencamento, me dá agonia :o)

Diane Lorde disse...

Yara, vou te contar a melhor: você não salta, é literalmente arremeçada pelo instrutor que fica "colado" ao seu corpinho..rsrs